Educação

Completares o ensino secundário (12º ano de escolaridade) e melhorares o nível de qualificação é um passo importante para projetares um futuro e uma carreira profissional.

A Garantia Jovem ajuda-te a concluíres essa etapa.

Podes concluir o ter percurso escolar por várias vias, regressando à escola para continuares o percurso escolar ou através de cursos de formação com grande componente prática.

Para conheceres as escolhas profissionais mais adequadas ao teu perfil e, simultaneamente, mais ajustadas às necessidades do mercado de trabalho podes contactar um CQEP – Centros para a Qualificação e o Ensino Profissional.

Conhece os cursos que te dão equivalência escolar e profissional:

Cursos vocacionais de nível secundárioVoltar ao topo

O que é

Os cursos vocacionais de nível secundário são dirigidos a jovens com o ensino básico que procurem as alternativas ao ensino profissional e ao ensino regular que melhor se adaptam ao seu passado escolar, aos seus interesses e seus perfis vocacionais.

Estes cursos permitem-te enfrentar os desafios do mercado de trabalho, mas também prosseguir estudos superiores mais tarde, se assim o entenderes.

Para quem

Estes cursos destinam-se a jovens, que se encontrem em risco de abandono escolar, com:

  • 16 ou mais anos de idade
  • 3.º ciclo do ensino básico (ou equivalente)
  • Frequência do ensino secundário, sem conclusão
  • Que pretendem reorientar o seu percurso escolar

Como funciona

O plano de formação é articulado entre a escola e a empresa, de modo a garantir que a aprendizagem se processe de forma integrada.

Nestes cursos tens:

  • Formação geral, com 600 horas, da qual fazem parte as disciplinas de Português, Comunicar em Inglês e Educação Física;
  • Formação complementar, com 300 horas, a qual integra Matemática Aplicada e as ofertas de escola;
  • Formação vocacional, com 700 horas;
  • Estágio formativo, com 1400 horas.

No final do curso tens

  • O ensino secundário concluído
  • O nível 4 de qualificação do Quadro nacional de Qualificações
  • A possibilidade de prosseguir estudos

Legislação

Portaria nº 276/2013 de 23 de agosto. Clica aqui para acederes ao documento.

Sabe aqui onde podes encontrar estes cursos.

Cursos ProfissionaisVoltar ao topo

O que é

Procuras um curso com uma componente mais prática, mas ainda não sabes se mais tarde queres prosseguir os estudos? Então isto interessa-te.

Os Cursos Profissionais são um dos percursos do nível secundário de educação, caracterizado por uma forte ligação com o mundo profissional. Tendo em conta o teu perfil pessoal, a aprendizagem realizada nestes cursos valoriza o desenvolvimento de competências para o exercício de uma profissão, em articulação com as empresas.

Para quem

Os Cursos Profissionais podem ser o percurso mais indicado para ti se:

  • Concluíste o 9.º ano de escolaridade ou formação equivalente
  • Procuras um ensino mais prático e voltado para o mundo do trabalho
  • Queres ter a hipótese de, mais tarde, prosseguires estudos

Como funciona

Estes cursos têm uma estrutura curricular organizada por módulos, o que permite maior flexibilidade e respeito pelos teus ritmos de aprendizagem.

O plano de estudos inclui três componentes de formação:

  • Sociocultural
  • Científica
  • Técnica

Os Cursos Profissionais podem funcionar nas escolas profissionais, públicas ou privadas ou em escolas secundárias da rede pública.

No final do curso tens

  • O ensino secundário concluído
  • O nível 4 de qualificação do Quadro nacional de Qualificações
  • A possibilidade de prosseguir estudos

Legislação

Se quiseres saber mais, podes consultar a legislação referente a esta oferta educativa e formativa aqui.

Educação e Formação de JovensVoltar ao topo

O que é

Se abandonaste a escola retoma o teu caminho inscrevendo-te num curso de Educação e Formação para jovens.

Estes cursos vão dar-te competências escolares, técnicas, sociais e relacionais, que te permitam ficar melhor preparado para quando fores trabalhar.

Para quem

Estes cursos destinam-se a jovens, com idade igual ou superior a 15 anos e inferior a 23 anos (à data de início do curso), em risco de abandono escolar ou que já abandonaram a via regular de ensino e com habilitações escolares entre o 6.º ano de escolaridade e o 9º ano de escolaridade.

Apoios

  • Bolsa de profissionalização
  • Subsídio de refeição
  • Despesas/ subsídio de transporte
  • Nalguns casos podes ainda ter acesso a uma bolsa para material de estudo e subsídio de acolhimento.

No final do curso tens

  • O nível 1 ou 2 de qualificação do Quadro nacional de Qualificações
  • A equivalência ao 6.º ano de escolaridade ou ao 9º ano de escolaridade
  • A possibilidade de prosseguir estudos

Como funciona

Estes cursos podem funcionar em:

  • Escolas
  • Outras entidades formadoras acreditadas

Sabe mais aqui.

AprendizagemVoltar ao topo

O que é

Queres tirar um curso que te permite aprender uma profissão e, em simultâneo, teres equivalência escolar?

Os cursos de aprendizagem são cursos de formação profissional inicial, dirigidos a jovens, privilegiando a sua inserção no mercado de trabalho e permitindo o prosseguimento de estudos.

É uma formação baseada num sistema de "alternância", ou seja, ao longo do curso tens a possibilidade de fazer formação prática numa empresa alternando com a formação teórica.

Para quem

Os Cursos de Aprendizagem destinam-se a jovens com:

  • Idade inferior a 25 anos
  • 3.º ciclo do ensino básico (ou equivalente) ou habilitação superior ao 3.º ciclo do ensino básico ou equivalente, sem conclusão do ensino secundário (ou equivalente).

Em situações excecionais poderá admitir-se a integração de candidatos com idade igual ou superior a 25 anos.

Apoios

  • Bolsa de profissionalização
  • Subsídio de refeição
  • Despesas/ subsídio de transporte
  • Nalguns casos podes ainda ter acesso a uma bolsa para material de estudo e subsídio de acolhimento.

No final do curso tens

  • O ensino secundário concluído
  • O nível 4 de qualificação do Quadro nacional de Qualificações
  • A possibilidade de prosseguir estudos

Oferta de formação

Consulta aqui a oferta de Cursos de Aprendizagem na rede de centros do IEFP, I.P. ou em entidades formadoras parceiras e nos quais te podes inscrever.

Mais informações aqui.

A Garantia Jovem ajuda-te a continuar o teu percurso de qualificação profissional ou a regressar ao ensino superior.

Conhece:

Cursos de Especialização TecnológicaVoltar ao topo

O que é

Os Cursos de Especialização Tecnológica são cursos pós-secundários não superiores, que visam suprir as necessidades do tecido empresarial ao nível de quadros intermédios. Capazes de responder aos desafios colocados por um mercado de trabalho em permanente mudança e acentuado desenvolvimento, constituem-se como uma alternativa válida para a profissionalização de técnicos especializados e competentes.

Para quem

Os Cursos de Especialização Tecnológica destinam-se a:

  • jovens com o ensino secundário, ou equivalente
  • jovens com aprovação em todas as disciplinas dos 10.º e 11.º ano e que tendo estado inscritos no 12.º ano não o tenham concluído
  • jovens com uma qualificação profissional de nível 4;
  • jovens com um Diploma de Especialização Tecnológica (DET) ou com o ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional;

Os jovens com idade igual ou superior a 23 anos podem candidatar-se a um curso de especialização tecnológica num estabelecimento de ensino superior, desde que este reconheça, com base na experiência, as capacidades e competências necessárias ao ingresso no curso em causa.

Como funciona

O plano curricular de um curso de especialização tecnológica integra três componentes:

  • formação geral e científica,
  • formação tecnológica
  • formação em contexto de trabalho.

No final do curso tens

A frequência de um Curso de Especialização Tecnológica, com aproveitamento, confere a atribuição de um Diploma de Especialização Tecnológica (DET).

Legislação

Decreto-Lei n.º 88/2006, de 23 de Maio. Clica aqui para aceder ao documento.

Mais informação aqui.

Cursos Técnicos Superiores ProfissionaisVoltar ao topo

O que é

Os Cursos Técnicos Superiores Profissionais foram criados pelo Decreto-Lei n.º 43/2014, de 18 de março, que regula um novo tipo de formação de curta duração no âmbito do ensino superior Politécnico, com dois anos de duração e 120 créditos.

Estes ciclos de estudos têm uma componente de formação geral e científica, uma componente de formação técnica e uma componente de formação em contexto de trabalho, que se concretiza através de um estágio.

Como funciona

Estes cursos conferem um diploma de nível 5 de qualificação do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ) e visam uma integração qualificada no mercado de trabalho e ou o prosseguimento de estudos, com vista à conclusão de um ciclo de estudos de licenciatura.

Esta oferta formativa será ministrada por instituições de ensino superior politécnico, unidades orgânicas de ensino superior politécnico integradas em instituições de ensino superior universitário.

No final do curso tens:

Destinatários

Podem candidatar-se a um Curso Técnico Superior Profissional:

  • Candidatos com curso de ensino secundário (ou equivalente legal);
  • Candidatos com 12.º ano incompleto, com aprovação em todas as disciplinas dos 10º e 11.º anos, considerados aptos através de prova de avaliação de capacidade (a realizar pela Instituição de Ensino Superior);
  • Candidatos aprovados nas Provas Especiais para Maiores de 23 Anos;
  • Titulares de Diploma de Especialização Tecnológica, Titulares de Diploma de Técnico Superior Profissional e Titulares de Grau de Ensino Superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Mais informação

Legislação e locais de funcionamento consulta aqui.

RetomarVoltar ao topo

O que é

É um apoio financeiro anual destinado a estudantes que pretendam completar formações anteriormente iniciadas ou realizar uma formação em área diferente. Estão abrangidos os ciclos de estudos que conferem o grau de licenciado ou o grau de mestre.

Requisitos

  • Seres nacional de um estado-membro da União Europeia;
  • Teres estado matriculado num estabelecimento de ensino superior e inscrito num curso e não o tenhas concluído;
  • Teres interrompido a inscrição no curso em momento anterior a 1 de março do ano civil em que é requerida a atribuição da bolsa;
  • Teres regressado aos estudos superiores, através de qualquer dos regimes a que se referem as alíneas a) a c) do artigo 3.º da Portaria n.º 401/2007, de 5 de abril, alterada pela Portaria n.º 232 -A/2013, de 22 de julho, do concurso nacional de acesso, dos concursos institucionais e dos concursos locais, até 15 de outubro, e efetivado a respetiva inscrição;
  • Possas concluir o curso, atenta a duração máxima para concluir o mesmo, com idade inferior a 30 anos;
  • Estejas em situação de desemprego;
  • Não te encontres a frequentar quaisquer programas de aprendizagem ou de formação profissional.

Candidaturas

Para o ano letivo 2014/2015, o prazo de submissão do requerimento da bolsa Retomar decorre entre 21 de julho e 30 de setembro. Nos anos letivos seguintes, o requerimento da bolsa Retomar deve ser submetido entre 1 de abril e 31 de julho.

As candidaturas deverão ser efetuadas aqui.

Se quiseres saber mais, sobre o RETOMAR clica aqui.

Legislação

Despacho Normativo n.º 8-A/2014, publicado no Diário da República, 2.ª série — N.º 136 — 17 de julho de 2014

Consulta o texto do regulamento aqui.